Cursos

O 03 Food Toolkit é constituído por um conjunto de 10 cursos de formação em alimentação saudável, baseada em alimentos naturais e de proximidade. Os cursos estão organizados em dois níveis (básico e avançado), direcionados para os estudantes do ensino secundário e ensino profissional, e para universidades e cursos técnicos superiores profissionais, respetivamente.

Os cursos foram elaborados com o objetivo de atrair o interesse do público-alvo para uma alimentação tradicional e saudável. A metodologia didática utilizada nos cursos é inovadora, dado que se apoia em fichas de aprendizagem de tamanho reduzido, seguindo as orientações da micro-formação.

Os cursos foram estruturados em 5 módulos:

Módulo 1. Questões gerais sobre alimentação saudável e de baixo impacto: tendo como objetivo consciencializar a população mais jovem para a importância de uma alimentação adequada, o primeiro módulo do projeto inclui um curso básico e um curso avançado sobre o papel da alimentação num estilo de vida saudável, baseado na dieta mediterrânica, realçando aspetos culturais, ambientais e sociais, como, por exemplo, a sua importância para a preservação do meio rural e fixação da população nessas regiões.

Módulo 2. Variedades e especialidades de produtos locais e típicos: este módulo inclui conhecimento sobre sementes e raças autóctones, técnicas agrícolas e pecuárias tradicionais, equilibradas, saudáveis e que respeitam o meio ambiente. Os conteúdos do Módulo 2 irão ilustrar os produtos mais representativos dos países que participam no projeto, focando principalmente as espécies em risco de extinção.

Módulo 3. Técnicas tradicionais de preservação/conservação de alimentos: os produtos autóctones requerem muitas vezes técnicas específicas de preservação ou transformação por forma a serem consumidos. Algumas dessas técnicas são comuns e fáceis de aplicar, como a refrigeração, a salga ou o tempero. Outras, porém, necessitam de uma aprendizagem mais complexa, como confitar ou fermentar. Os queijos elaborados com leite de raças autóctones, as compotas e os vegetais em conserva, as salsichas e enchidos típicos, e as carnes frias, são exemplos bem conhecidos de uma utilização honesta e autêntica do que a natureza nos dá e que sucessivas gerações desenvolveram e aplicaram durante séculos.

Módulo 4. Técnicas de elaboração/consumo de alimentos: os alimentos precisam frequentemente de uma preparação ou de uma forma específica de serem apresentados e consumidos: as ostras devem ser abertas, o presunto serrano deve ser cortado corretamente, os tomates devem ser mantidos em ambientes quentes, e quase todos os produtos devem ser preparados de determinada maneira. A maioria dessas técnicas – cozer ao vapor, refogar, assar, escalfar, reduzir, etc. - são por vezes desconhecidas, fazendo com que muitas pessoas consumam somente produtos prontos a comer.

Módulo 5. Receitas tradicionais e locais, pertença do nosso legado cultural: cozinhar é uma arte, mas grande parte dos conhecimentos mais valiosos sobre culinária são propriedade de pessoas comuns, principalmente mulheres idosas em áreas rurais, que preservam um grande legado de receitas, quase todas baseadas em produtos autóctones, colhidos e consumidos na altura certa. Este módulo tem como objetivo preservar e disseminar algum desse conhecimento, oferecendo receitas representativas dos territórios e regiões participantes do projeto FairFood.

Todos os módulos irão incluir informações sobre gestão de risco alimentar, abordando questões como agricultura integrada, ecológica e biológica, alergias, consumo responsável, entre outras, para aumentar a consciência sobre os riscos associados aos alimentos industrializados. Antigamente não havia tantas intolerâncias ou alergias porque as pessoas costumavam consumir alimentos autóctones mais saudáveis e adequados, e menos processados. Por este motivo, os cinco módulos de formação irão também conter informação sobre produtos naturais e formas de manuseamento alimentar mais seguras, tanto ao nível da prevenção de problemas de saúde, como ao nível da sustentabilidade.

Os conteúdos do Food Toolkit serão desenvolvidos em dois níveis (básico e avançado) para que possam ser direcionados às necessidades do público-alvo, adaptando a formação ao conhecimento e experiência dos utilizadores.

Partners